Paisagens do Nordeste: Açude Coremas-Mãe d'Água

Açude Coremas-Mãe d'Água









O Açude Coremas–Mãe d'Água, oficialmente denominado Barragem Dr. Estevam Marinho, é uma barragem localizada na região do Piancó, Na cidade de Coremas no estado brasileiro da Paraíba. Esse açude beneficia 112 municípios espalhados pela Mesorregião do Sertão Paraibano.

A construção foi executada pelo DNOCS, que no dia 8 de abril de 1937 iniciou a maior obra de engenharia brasileira da época, a qual foi concluída no dia 8 de maio de 1942, tendo como responsável o engenheiro potiguar Estevam Marinho (1896–1953). Na época, Coremas–Mãe d'Água foi considerada a maior barragem do Brasil, assim permanecendo até 1960, quando foi inaugurada a Barragem de Orós.

Essa barragem teve grande importância na vida das pessoas naquela região e no aproveitamento do potencial hídrico da Paraíba, a ponto de receber três visitas presidenciais: Getúlio Dornelles Vargas em 16 de outubro de 1940, Eurico Gaspar Dutra em 1º de outubro de 1949 e Juscelino Kubitschek em 15 de janeiro de 1957.

Embora o Açude Coremas tenha sido construído através do barramento do Piancó, enquanto que o de Mãe D’Água através do barramento do rio Aguiar, ambos os reservatórios estão tão próximos que formam um único espelho d'água através do canal vertedor de 237 metros, com capacidade máxima de transposição de doze metros cúbicos de água por segundo.

Juntos somam uma capacidade máxima de acumulação de 1,358 bilhões de metros cúbicos e uma bacia hidrográfica de 8.700,34 km², formando um “mar no sertão”. Ainda hoje a maior reserva hídrica do estado da Paraíba. E o terceiro maior do Brasil.

FICHA DO AÇUDE/BARRAGEM
Volume de armazenamento: 1.358.000.000 m³
Obra concluída: 1942

Cidade: Coremas
Estado: Paraíba

Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org
Paisagens do Nordeste - OpenBrasil.org
Página anterior Próxima página
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...